Uma das grandes preocupações das empresas deve ser sempre com a segurança das suas informações e redes. Isso porque a internet, apesar de ser essencial para o andamento dos trabalhos de qualquer organização hoje em dia, também é a porta por onde hackers executam suas ações, chamadas de ataques.

É de fundamental importância saber quais são os ataques hackers mais comuns para buscar as melhores formas de evitar ou então, caso aconteçam, solucionar e não prejudicar a empresa.

Ataque recente

Em maio de 2017, um grande ataque hacker atacou diversas empresas em todo o mundo. Milhares de informações foram roubadas, o que fez com que as organizações tivessem muito prejuízo. O que aconteceu foi a propagação de um poderoso malware.

Esse fato fez com que a segurança da informação se tornasse cada vez mais notícia presente na mídia. Como evitar que uma situação dessas aconteça com a sua empresa?

Conhecendo os tipos de ataques hackers mais comuns

Ataque DDoS: nesse tipo de atividade hacker, o bandido torna uma página ou um processo indisponível para o usuário. Também conhecido como ataque de negação, é considerado um dos mais corriqueiros.
Ataque SSL: os hackers utilizam criptografia virtual para se esconder dos métodos de detecção e assim se infiltrar nas redes das empresas. Para quem usa computação na nuvem, por exemplo, esse tipo de ataque é extremamente perigoso.
Ataques evasivos: nesse ataque, o hacker busca, em técnicas evasivas, instalar os malwares por meio das vulnerabilidades da rede. Assim, não buscam “enfrentar” os antivírus, por exemplo, mas sim explorar as falhas de segurança nos softwares.
Ataques via browser: a maneira que mais conhecemos em relação aos ataques de hackers é quando eles acontecem pelo navegador. Exemplo claro é quando recebemos e-mails com conteúdo suspeito, links que ao clicarmos nos enviam a páginas maliciosas, sites clonados, entre outros.
Ataques furtivos: como o nome já deixa a entender, esse tipo de ataque diz respeito às tentativas de roubo de dados e dinheiro. A furtividade vem do fato de que, na maioria dos casos, o ataque só é percebido após o roubo acontecer. Normalmente, essa ação é projetada em cima da engenharia social, que é quando o hacker utiliza técnicas de persuasão, ganhando a confiança do usuário para assim poder atacar. Acontece, por exemplo, quando recebemos o contato de um banco informando que precisamos atualizar os dados. Toda a mensagem é armada de forma que pareça real e, quando caímos no golpe, nossos dados pessoais são roubados.

Como se proteger de ataques hackers

Investir em soluções de segurança da informação é essencial para que a sua empresa não enfrente prejuízos. Tenha uma equipe de TI qualificada, bem como os melhores e mais atualizados softwares de segurança. Antivírus, firewalls, backups na nuvem. Todos esses elementos ajudam a evitar que conteúdos sejam perdidos e a organização prejudicada em caso de ataque.

Se você quer conhecer mais sobre soluções de segurança e formas de proteger os dados e informações da sua empresa, entre em contato conosco. Para cada pessoa, há uma necessidade. Estaremos prontos para atender em qualquer circunstância.

Siga nossas redes sociais e fique ligado sempre que novas atualizações sobre esse e outros temas forem publicadas.