Hoje em dia dentro das grandes corporações fala-se muito sobre segurança, especialmente contra o ataque de hackers que roubam informações importantes, atacam contas bancárias ou mesmo prejudicam uma empresa inteira pelo simples prazer de conseguir o feito.

Como a maioria das transações financeiras hoje se dá de forma online, a internet tornou-se um campo de batalha para aqueles que desejam algo fácil e rápido. Diante disso as grandes empresas investem pesado em segurança digital e na nuvem, com isso os olhos dos criminosos estão se voltando para as PME’s, que muitas vezes não se preocupam com esse assunto, uma vez que sua importância e movimentação financeira não é tão poderosa assim.

Segundo estudo realizado por uma grande empresa de segurança virtual o aumento de ataques a pequenos negócios subiu consideravelmente nos últimos anos.

Talvez não haja como fugir dessa tendência, mas existem medidas que podem ser tomadas para evitar transtornos com ataques a sua empresa, evitando que informações importantes caiam em mãos tendenciosas.

Qual o motivo das PME’s negligenciarem a segurança?

Vamos explicar mais detalhadamente o que só citamos um pouco antes. Os administradores de pequenas e médias empresas não se preocupavam muito com a segurança de seus dados, partindo da visão errônea que sua empresa, mesmo sendo pequena não despertava interesse em fraudadores.

E mais, essas empresas muitas vezes contam com tecnologias obsoletas de informática o que se tornam portas de entrada para bandidos cibernéticos. Muitas também terceirizam esse setor, o que se não for analisado detalhadamente e entregue a uma empresa especializada e comprometida com sua segurança, pode trazer inúmeros prejuízos.

Depois do avanço tecnológico e do surgimento de ferramentas que facilitaram a realização de muitas tarefas, hoje as pequenas empresas podem fazer muito com o pouco que possuem, conseguindo uma boa expansão e conquistando novos mercados. Isso é muito gratificante, mas traz uma grande preocupação: SEGURANÇA.

A segurança na nuvem também merece destaque porque é um serviço fantástico que muito facilitou todo o trabalho de armazenamento de dados. O que antes sobrecarregava os servidores da empresa hoje fica sob a administração de alguém capacitado e preparado para tal.

Porém isso se tornou mais uma porta de entrada a ataques virtuais porque as pequenas e médias empresas contratavam serviços de nuvem mais baratos e sem uma tecnologia de encriptação eficiente. Novamente a questão econômica relacionada ao investimento em segurança era deixado de lado.

Os dados não mentem

Conforme pesquisa realizada pela FIESP, no ano passado mais de 50% de todos os incidentes envolvendo ataques virtuais foram direcionados às finanças das empresas e de todo o montante de companhias afetadas, 60% era de pequeno ou médio porte.

Após todos esses incidentes, as pequenas e médias empresas estão investindo mais em segurança cibernética e na nuvem também, pois viram que o grande alvo hoje são essas firmas que estão em franco crescimento.

Onde os investimentos em segurança estão sendo direcionados?

As pequenas e médias empresas estão buscando investir na segurança de seus servidores, adquirindo equipamentos mais modernos, aptos a trabalharem com tecnologias atuais. Manter seu Data Center sempre atualizado evita que intrusos tenham êxito na invasão.

Além das formas de ataques conhecidos muitos criminosos invadem primeiro o dispositivo móvel dos funcionários que muitas vezes não contam com proteção nenhuma, conduzindo esses criminosos para dentro da rede de sua empresa.

Diante disso os hackers conseguem espionar conversas importantes, reuniões, dados confidenciais, de posse somente das pessoas autorizadas.

O maior bem que a empresa possui são suas informações e diversas vezes o ataque é voltado para esse seqüestro de dados e não para o dinheiro propriamente dito.

O mais perigoso é que uma invasão e roubo de informações bem sucedido pode demorar meses para ser descoberto, podendo ser tarde demais para se evitar prejuízos e transtornos.

O que as PME’s estão fazendo para se defender?

Elas estão direcionando seus investimentos para a computação em nuvem segura, onde podem deixar seus dados e toda propriedade intelectual a salvo.

Desde 2015 o investimento em segurança da tecnologia da informação vem crescendo consideravelmente, mudando a visão de que seus negócios estavam seguros.

Além da contratação de serviços de segurança especializados o investimento também alcança outras esferas relacionadas à segurança como veremos a seguir:

Onde mais os recursos são empregados

O mais importante é construir uma cultura digital onde os próprios colaboradores fiquem atentos com as questões de segurança. Eles são os responsáveis pelas principais portas de entrada, computadores e smartphones.

É preciso que estejam sempre atualizados e com todas as defesas ativas. Só assim a navegação será segura, sem chances de ataques. Cada funcionário precisa compreender seu papel perante a segurança da empresa e não cometer erros, independente do tamanho da empresa.

Outro ponto crucial após ter capacitado sua equipe é montar uma estratégia de defesa em caso de tentativa de invasão. Pode ter certeza que as quadrilhas de hackers possuem toda uma organização, com papéis bem definidos e toda uma estratégia preparada, aguardando apenas a oportunidade. Esteja um passo à frente e monte sua defesa, detectando,prevenindo e respondendo ao ataque de forma efetiva.

Finalmente seria um grande diferencial se todas as empresas se unissem e montassem uma espécie de arquivo com os dados das invasões e compartilhassem para que todos possam combater essas práticas ilícitas. Isso poderia se estender às empresas de segurança que poderiam desenvolver soluções mais poderosas, caso tivessem acesso aos dados dos ataques.

A segurança deve ser feita de acordo com a empresa

Cada empresa é única e precisa ser encarada dessa forma. Da mesma maneira que um hacker monta um plano de invasão especialmente para uma empresa, suas políticas de defesa também precisam ser personalizadas, pois envolvem muitos fatores que variam de caso a caso. A segurança é individual, o que é eficiente para a empresa x pode apresentar falhas para a empresa y.

Se você conhece alguma empresa que já sofreu tentativa de invasão ou teve suas informações roubadas compartilhe conosco. Deixe sua opinião nos comentários.

A TI é uma parte essencial para os negócios, portanto, o valor que um MSP oferece está vinculado diretamente ao sucesso da sua empresa. É por isso que é tão importante que você confie no seu MSP e no valor que ele oferece. Nós da Dias Security temos o compromisso de ajudar as PMEs construir, a cada dia, uma consciência clara e madura sobre a importância da segurança das informações, cloud e serviços gerenciados para o presente e futuro do seu negócio.

Pensando nisso, preparamos outros assuntos que interligam e ajudam a você na construção dessa jornada, veja mais posts na barra lateral. =====>